Apenas 30% dos ônibus de Cuiabá e Várzea Grande circularão na próxima terça (20)

sexta-feira, 16 de maio de 2014

A próxima terça-feira 20 quem depende de transporte coletivo urbano terá que esperar mais no ponto. Os motoristas e cobradores de ônibus de Cuiabá e Várzea Grande vão dispor somente 30% dos serviços, conforme decisão da categoria tomada nesta sexta-feira 16.Os profissionais não aceitaram a proposta de reajuste dos 4,65% apresentada pelos empresários, o que implicaria em uma variação salarial dos R$ 1.630 para cerca de R% 1.750.

O presidente do Sindicato dos Motoristas Profissionais e Trabalhadores em Empresas de Transportes de Cuiabá (Stett) Ledevino da Conceição, disse que a decisão pelo movimento paredista já foi tomada em que a categoria aguardará apenas uma sinalização, subordinando a greve ou não.

. Os motoristas e cobradores, que somam pouco mais que 2.500 profissionais, encaminharam aos empresários proposta de aumento de 7,15%, mas eles não aceitaram . “Toda vez é isso, fica nesse empurra, e as discussões tendem a ser tornar repetitivas, porque a indiferença é que termina prevalecendo”, afirmou ele.

Além do reajuste na folha, outras duas propostas são consideradas importantes pela categoria. Os profissionais querem a garantia de R$ 400,00 nem tickets alimentação e mais R$ 250 de bônus aos motoristas que trabalham com função acumulada – dupla função – atuando com motorista e cobrador.

Um documento listando essa proposta foi encaminhada para a Associação Mato-grossense dos Transportes Urbanos . A categoria espera uma posição até a próxima segunda-feira 19.

Informações: O Documento

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960