Prefeitura de Salvador adia o lançamento de edital do transporte coletivo

segunda-feira, 21 de abril de 2014

A prefeitura decidiu adiar a liberação do acesso ao edital de concessão do Sistema de Transporte Coletivo de Salvador (STCO), que seria divulgado ontem, para a próxima quarta-feira (23), por conta da greve da Polícia Militar. Um dia antes, na terça, o ex-secretário nacional de Turismo, Fábio Mota (PMDB), assume a Secretaria de Urbanismo e Transporte (Semut).

Ele foi convidado pelo prefeito ACM Neto (DEM) para o cargo na segunda e, ontem, confirmou sua ida para a pasta, cinco dias após a desistência do ex-deputado Leur Lomanto (PMDB), que assumiria o posto ocupado até março por José Carlos Aleluia (DEM), que vai disputar as eleições.

De acordo com a assessoria da Semut, para ter acesso ao edital de licitação, os interessados deverão comparecer à sede da Semut, no bairro da Federação. Lá, irão preencher um cadastro e receberão o documento com as exigências digitalizado – são cerca de 300 páginas. A abertura dos envelopes ocorrerá no dia 10 de junho, 48 dias após o lançamento do edital.

A expectativa da prefeitura é que, até dezembro deste ano, o novo sistema já esteja em operação. Podem participar da concorrência empresas ou consórcios, que irão disputar três zonas: Subúrbio/Península (setor A), Miolo (B) e Orla/Centro (C).

Serão declarados vencedores aqueles que ofertarem as maiores outorgas financeiras.O prazo do contrato de concessão para os interessados em atuar no STCO vai durar 25 anos. A partir da licitação, a média de idade da frota de coletivos, que chegou a ser de 10 anos, irá diminuir para 3,5 anos, até 2016.

Além disso, todos os novos ônibus incorporados à frota (380 estão previstos para agosto) devem possuir sistema de ventilação e acesso adaptado para pessoas com mobilidade reduzida. Outro destaque da proposta é que as concessionárias devem prestar informações, por meio dos painéis de mensagens, sobre os horários em tempo real nos terminais, estações e pontos de parada.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960