Governo de São Paulo anuncia publicação do edital da extensão da Linha 2-Verde

sexta-feira, 11 de abril de 2014

Foi publicado nesta quinta-feira, 10, o edital da obra civil para a extensão da Linha 2-Verde do Metrô, que vai de Vila Prudente até Dutra, na cidade de Guarulhos.

Para suprir a demanda da linha, que deverá beneficiar um milhão de usuários por dia, 35 novos trens serão adquiridos, com investimento estimado de R$ 10,1 bilhões. "[A linha] tem capacidade para um milhão de passageiro por dia. Será uma das grandes linhas de Metrô de São Paulo saindo da capital. Começa na Vila Prudente, com treze estações e 15,5km a mais de metrô", disse o governador Geraldo Alckmin.

A licitação foi divida em oito lotes e contempla o projeto executivo, a obra civil e a via permanente. A publicação do edital já está disponível no Diário Oficial do Estado e no site do Metrô.

A extensão será feita seguindo o mesmo padrão existente na Linha 2-Verde entre Vila Prudente e Vila Madalena, em sistema de metrô convencional. O novo trecho contemplará 13 estações: Orfanato, Água Rasa, Anália Franco, Vila Formosa, Guilherme Giorgi, Nova Manchester, Aricanduva, Penha, Penha de França, Tiquatira, Paulo Freire, Ponte Grande e Dutra. No total são 14,4 km do trecho Vila Prudente - Dutra e mais 1,1 km de extensão operacional à oeste da estação Vila Madalena.Com o prolongamento, a Linha 2-Verde vai interligar com a Linha 3-Vermelha do Metrô, na estação Penha, e com a futura Linha 6-Laranja, na estação Anália Franco, além de três linhas da CPTM: 11-Coral, na estação Penha, 12-Safira e a futura 13-Jade, na estação Tiquatira.

O projeto funcional e o projeto básico para a obra civil já foram concluídos, e os quatro primeiros Decretos de Utilidade Pública, que correspondem aos trechos Vila Prudente-Aricanduva e Aricanduva-Paulo Freire também já foram publicados. Esses decretos não contemplam o trecho de Guarulhos, que terá as estações Ponte Grande e Dutra.

Terminal Vila Galvão

Ainda nesta quinta-feira, 10, o governador Geraldo Alckmin visitou as obras do Terminal Vila Galvão, que faz parte do trecho entre Cecap e Vila Galvão do Corredor Metropolitano Guarulhos/São Paulo.

O terminal fica em Guarulhos e, quando concluído, terá capacidade para cerca de 20 linhas municipais e metropolitanas, e movimentação de frota de 80 ônibus por hora, atendendo cerca média de 15 mil passageiros por dia.

A obra tem 250 homens trabalhando e o terminal já está com 45% dos trabalhos executados. "É uma obra de grande ganho para São Paulo, Guarulhos e toda região metropolitana", disse Alckmin.

O terminal terá quatro plataformas de embarque e desembarque com equipamentos de serviço ao usuário como bancos, lixeiras, painéis de informes e telefones, além de contar com todos os itens de acessibilidade universal para as pessoas com deficiência e mobilidade reduzida. O local ainda contará com prédio para as áreas administrativa e operacional, guarita, bilheteria, banheiros públicos adaptados para pessoas com deficiência e lanchonete.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960