Curitiba começa a instalar faixas exclusivas de ônibus

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Curitiba vai ganhar sua primeira faixa exclusiva para ônibus, num trecho de 2,5 quilômetros na Rua XV de Novembro, entre a Avenida Nossa Senhora da Luz e Rua João Negrão. As obras de pavimentação e preparo da pista começaram ontem, com o trabalho de recapagem entre as ruas Camões e Padre Germano Meyer em todas as faixas de rolamento, começando com o lado esquerdo, onde fica o estacionamento. A expectativa é de que até o início de junho ônibus de 11 linhas comecem a trafegar pela via exclusiva. A Urbs, que gerencia o sistema de transporte coletivo, estima que a faixa dê um ganho de velocidade operacional de pelo menos 5%.

Com as mudanças, a faixa da direita da Rua XV de Novembro será exclusiva para ônibus e tachões farão a divisão com as demais pistas. Esse primeiro trecho foi escolhido porque, em média, um ônibus por minuto passa pelo local. A via exclusiva, além de aumentar a velocidade dos veículos, contribui para a regularidade das linhas, que atendem a 45 mil passageiros, e são muito vulneráveis ao tráfego de automóveis e outros veículos. As obras devem seguir para o trecho entre as ruas José de Alencar e Ubaldino do Amaral. Nesse ponto, o trabalho fica restrito à faixa da direita. Já entre as ruas Ubaldino do Amaral e João Negrão, todas as faixas sofrerão intervenções.

A primeira etapa, de pavimentação, é coordenada pela secretaria de obras e deve ser finalizada até meados de maio. Na sequência, a Secretaria de Trânsito (Setran) deve colocar a sinalização específica nas faixas. Ao contrário das canaletas, que são isoladas por meio fio em avenidas estruturais, as faixas exclusivas serão implantadas em ruas e avenidas de trânsito compartilhado.

De acordo com a secretária de trânsito, Luiza Simonelli, nesse primeiro mês uma força-tarefa com agentes da Setran e de outros órgãos da prefeitura fará um trabalho de conscientização e educação com comerciantes, moradores da região e motoristas. “Faremos um amplo trabalho de divulgação do que é a faixa exclusiva, o objetivo e as penalidades para quem desrespeitar. Queremos que a população entenda o benefício da faixa exclusiva”, explica. Só depois é que começará a fiscalização com agentes e radares.

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960