Tarifa de ônibus entre Cuiabá e Várzea Grande terá redução de R$ 0,15

domingo, 30 de março de 2014

Os usuários do transporte coletivo entre Cuiabá e Várzea Grande, na região metropolitana da capital, vão pagar menos pela tarifa a partir desta terça-feira (1º). Com a redução de R$ 0,15, a passagem cobrada será de R$ 2,75. A redução atende a um acordo entre o Ministério Público Estadual (Ager), governo do estado e Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados (Ager).

O acordo foi firmado em 2007. O valor menor será cobrado durante 454 dias. Conforme a assessoria da Ager, a redução foi possível por causa de uma lei federal que reduz a contribuição da previdência do empregador, pela redução da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

A passagem das linhas intermunicipais subiu para R$ 2,95 em dezembro de 2012. A tarifa foi reajustada em 13,43%, aumentando de R$ 2,60 para R$ 2,90. Na época, a Associação Mato-grossense de Transportadores Urbanos de Mato Grosso (MTU) alegou que o reajuste foi feito por conta do aumento do preço do combustível e da mão de obra.

No trecho, entre as duas cidades, circulam 92 ônibus coletivos que transportam mais de 30 mil passageiros por dia.
No ano passado, também houve alteração no valor da passagem dos ônibus que circulam só no perímetro de Várzea Grande, mas depois voltou a ser o que era antes. De R$ 2,95, a passagem caiu para R$ 2,70 em julho de 2013. Primeiro, já tinha sido reduzida para R$ 2,85 em junho. Depois, a prefeitura da cidade anunciou nova redução após uma avaliação técnica.

Informações: G1 MT

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960