Em São Luís, Drama dos passageiros do transporte coletivo continua

quinta-feira, 27 de março de 2014

Um dia após o segundo protesto da comunidade em frente ao terminal de integração da Praia Grande por melhorias no transporte coletivo de São Luís, o drama dos passageiros permanece o mesmo. Falta de ônibus, demora e superlotação.

A reclamação logo no início desta terça-feira foi causada pela demora na saída de alguns ônibus. Difícil para quem sai cedo de casa. "A gente pega o ônibus bastante cheio. Do começo da viagem até o terminal", contou a estudante Jéssica Sena.
Para chegar ao Centro, onde trabalha como estagiária, a cozinheira Ruth Gonçalves teve que embarcar às 5h, no bairro São Bernardo, onde mora. "A gente vem no aperto, sofrendo empurrão, pisando no pé da gente", disse.
Dentro do terminal de integração da Praia Grande, o que se vê, além do mato na plataforma, é o drama dos usuários do transporte coletivo. Imensas filas, demora dos ônibus, correria quando eles chegam e tumulto na hora do embarque.

Muitos já entram no terminal com um número excessivo de passageiros. Para muitos destinos faltam ônibus. Os coletivos da linha Calhau/Litorânea ficaram estacionados na manhã desta terça-feira por quase 20 minutos, à espera de autorização para sair. Só sairam depois que o agente de trânsito do município autorizou.

Informações: G1 MA, com informações da TV Mirante

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960