Em teste: Aeromóvel da Trensurb bate recorde de usuários

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Visando contribuir na mobilidade dos usuários do Aeroporto Salgado Filho, a Trensurb estendeu o funcionamento da conexão metrô-aeroporto via tecnologia aeromóvel na segunda-feira (11). “Na operação do dia de ontem ficou evidenciado que com o transtorno ocorrido em função da chuva, os usuários procuravam intensivamente o aeromóvel”, afirma o engenheiro Sidemar Francisco da Silva, responsável da Trensurb pelo trabalho de pesquisa e implantação da tecnologia aeromóvel.

Ao longo do dia, 2.726 pessoas utilizaram a linha do aeromóvel da Trensurb num total de 108 viagens, um recorde até aqui – o maior número de usuários havia sido no dia 14 de outubro: 1.719. A média de passageiros transportados normalmente durante o período de operação assistida do sistema é de cerca de 1.400 pessoas por dia em 72 viagens.



“Em caráter extraordinário, realizamos uma operação com horário estendido e sacrificamos os trabalhos de testes em função de atender uma situação excepcional que estava acontecendo na cidade”, explica o engenheiro Sidemar.

Ampliação de horário a partir do dia 18

A partir da próxima segunda-feira (18), a Trensurb amplia o horário de funcionamento da linha aeromóvel. Hoje, o sistema opera, ainda sob supervisão da empresa contratada Aeromovel Brasil S.A. para a realização de testes e ajustes, em dias úteis, das 10h às 16h. No dia 18, o aeromóvel começa a funcionar das 6h30 às 16h, ainda em dias úteis somente.

A operação assistida seguirá acontecendo com o veículo A100, sem cobrança de passagem. O A200, com capacidade para 300 passageiros, continua na fase de testes estáticos e, na próxima semana, deve começar a circular na via para os testes dinâmicos, ainda sem passageiros e fora do horário de operação aberta ao público. A definição da data de início da operação comercial depende do andamento desses testes.

Informações: Trensurb

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960