Em Fortaleza, Motoristas entram em acordo com Sindiônibus e afastam possibilidade de greve

terça-feira, 25 de junho de 2013

O acordo selado nesta segunda-feira (24) põe fim no impasse entre o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Ceará (Sintro) e o do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus).
Foto: Viviane Pinheiro
Na reunião, junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), ficou acertado o reajuste de 8,54% e os rodoviários terão direito a um plano de saúde. De acordo com o MPT, foram alcançados pela negociação cerca de 19 empresas de ônibus, 11.600 empregados diretos e 1 milhão de usuários/dia.

Categoria estava em greve desde o último dia 19

No último dia 19, os motoristas e cobradores de ônibus decidiram por unanimidade pela deflagração da greve. A decisão dos trabalhadores pela greve havia contrariado a vontade do Sintro, que era a favor de acatar a proposta oferecida pelo Sindiônibus, do reajuste salarial de 8,5%, representando ganho real de 3,45% para a categoria.

A categoria desejava um aumento salarial de 15%, além de vale refeição de R$ 12 e cesta básica no valor de R$ 80.

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) havia determinado no último dia 14 que o Sindicato dos Trabalhadores suspendesse de imediato as ações de bloqueio a empresas e terminais de ônibus. Em caso de descumprimento, o valor da multa seria de R$ 50 mil por dia.

Informações: Diário do Nordeste

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960