Metrô-DF promete colocar 20 trens para rodar em horário de pico

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Após o metrô apresentar problemas pelo quarto dia consecutivo e os metroviários ameaçarem a paralisar os serviços novamente, a direção do órgão divulgou uma nota informando que já estão sendo tomadas medidas para prejudicar os usuários o mmenos possível. O comunicado afirma que após intervenção das equipes de manutenção da empresa o sistema voltou a operar com velocidade normal às 16h15. Além disso, os responsáveis se comprometeram a aumentar o número de vagões disponíveis nos horários de pico. "Estarão disponíveis 20 trens para operar no horário de pico, das 17h às 19h. Para compensar a diminuição da capacidade de transporte de passageiros para as áreas atendidas pelo Metrô-DF e visando minimizar os transtornos causados, o GDF acionou o DFTrans para disponibilizar ônibus extras para as cidades de Ceilândia, Samambaia, Taguatinga e Guará", diz a nota.
Falhas recorrentes
Pelo quarto dia consecutivo o metrô apresentou problemas. A viagem que costuma demorar entre 10 e 15 minutos durou cerca de uma hora e vinte minutos. Nesta sexta-feira (10/2) todos eles pararam de funcionar devido a uma falha na sinalização. A central que coordena a velocidade e a distância entre os trens entrou em pane por toda a extensão ferroviária.

Fonte: Correio Braziliense

0 comentários:

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960