Transporte público de Taubaté muda horários de funcionamento, mas passageiros reclamam

sexta-feira, 21 de janeiro de 2011

Começaram a valer nesta quinta-feira (20) os novos horários do transporte público de Taubaté. A medida quer facilitar a vida da população, mas não foi o que se viu nas ruas.

Quem usa o transporte coletivo em Taubaté reclama. Pelo acordo com a prefeitura, a partir desta quinta, ônibus da ABC e vans da Tctau, o transporte complemetar, vão alternar os horários de passagem pelos pontos. "A gente está dobrando a oferta para o passageiro", explica Cláudia Carmona, diretora de trânsito.

Atualmente os dois tipos de transporte público passam ao mesmo tempo nos pontos, o que deixa a população insatisfeita. Os passageiros não perceberam as mudanças nos horários. "Não colocaram nenhum aviso nos bairros, não percebi nada", conta um passageiro.

A presidente do Tctau, Silvana Fontes, considera uma vitória o acordo, mas reclama que ele ainda não está sendo cumprido. "Os ônibus estão andando numa operação lenta. Então na prática está complicado". A diretora de trânsito disse que, como a mudança é experimental, precisa de ajustes. "Nós estamos fiscalizando o transporte e vamos corrigir isso".

A ABC Transportes não quis gravar entrevista. Por telefone, a empresa disse que cumpriu a nova determinação e manteve a circulação dos ônibus em horários intercalados com as vans.

Fonte: VNews

0 comentários:

Notícias Relacionadas

Loading...
 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Brasil vai inaugurar mais de 250 quilômetros de BRT em 2014

Nova etapa das obras da Linha 4 do Metrô do Rio é iniciada na Gávea

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Governo estuda trem-bala de São Paulo a BH, Curitiba e Brasília

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960