Promessas de Dilma Russeff para o Transporte Público e Mobilidade Urbana no Brasil

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Vejam aqui as promessas que a futura presidenta do Brasil Dilma Russeff fez durante a campanha no que diz respeito a infra-estrutura nas principais cidades e na questão de resolver os problemas do transporte público no país, vejam a lista de promessas:

*       Modernizar o transporte público das grandes cidades.
*       Investir R$ 18 bilhões em obras de transporte público.
*       Implantar transporte seguro, barato e eficiente.
*       Ampliar o aeroporto Galeão/Tom Jobim, com a conclusão do terminal 2 e melhorias no terminal 1.
*        Fazer novos aeroportos em Goiânia, Cuiabá e Porto Seguro (BA).
*       Ampliar os aeroportos Afonso Pena (Curitiba) e Guarulhos.
*       Fazer nova pista no aeroporto de Confins (Belo Horizonte).
*       Construir o aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN).
*       Fazer o trem de alta velocidade (entre Rio e São Paulo).
*       Expandir e construir metrô nas principais aglomerações urbanas.
*       Ampliar o Trensurb em Porto Alegre.
*       Duplicar as rodovias BR-116 e BR-386, no Rio Grande do Sul.
*       Estender a rodovia BR-110 (RN).
*       Duplicar e melhorar as estradas: Manaus-Porto Velho, Cuiabá-Santarém, BR-060 em Goiás, BR-470 em Santa Catarina, BR-381 em Minas (de BH a Governador Valadares), BR-040 (de BH ao Rio).
*       Concluir a Via Expressa em Salvador.
*       Ampliar e modernizar os portos de Salvador, Vitória, Itaqui (MA), Suape (PE) e Cabedelo (PB).
*       Fazer 51 grandes obras viárias, como novos corredores de transporte, mais metrô e veículos leve sobre trilhos.
*       Eliminar os gargalos que limitam o crescimento econômico, especialmente em transportes e condições de armazenagem.
*       Investir em transporte de carga.

Fonte: O Globo
READ MORE - Promessas de Dilma Russeff para o Transporte Público e Mobilidade Urbana no Brasil

Porto Alegre: Assinado contrato para construção do aeromóvel que ligará Trensurb e Aeroporto Salgado Filho

O contrato para a construção do aeromóvel que fará a integração da Estação Trensurb ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, foi assinado na tarde desta quinta-feira, na sede da Trensurb, na Capital, com a presença do ministro das Cidades, Márcio Fortes.

Primeira obra de infraestrutura com recursos liberados pelo governo federal para a Copa do Mundo de 2014, a instalação está orçada em R$ 29,8 milhões. Com todas as licenças ambientais e o processo de licitação aberto oficialmente nesta quinta-feira, a empresa responsável pela construção, a Aeromóvel do Brasil, pretende iniciar a operação do meio de transporte no segundo semestre de 2011.

Os testes devem começar em oito meses. O projeto usa tecnologia 100% nacional e será totalmente desenvolvido no Rio Grande do Sul. Os veículos suspensos, movidos a ar, permitirão integração e acesso rápido e direto dos usuários ao terminal.

O trajeto de 944 metros entre a estação do trensurb e o aeroporto, com duas estações de embarque, será percorrido em 90 segundos. A linha contará com dois veículos, um com capacidade para 150 passageiros e outro para 300.

Fonte: Zero Hora
READ MORE - Porto Alegre: Assinado contrato para construção do aeromóvel que ligará Trensurb e Aeroporto Salgado Filho

BHTRANS amplia projeto Leitura para Todos

Desde março, estão circulando, nos ônibus da capital, textos literários selecionados no concurso "Eu sou a Natureza" do projeto Leitura para Todos. No dia 22 de outubro, iniciou-se a terceira etapa com divulgação em 53 ônibus de cinco outras linhas.

Os textos foram produzidos por alunos, pais e funcionários de escolas da rede municipal de ensino, selecionados no concurso "Eu sou a Natureza", realizado em março deste ano, pela Secretaria Municipal de Educação, BHTRANS e Associação Cultural Teia de Textos. Publicados em diversos gêneros, como crônica, poema, contos, dentre outros, esses textos nos levam a refletir sobre as relações entre os homens e os demais seres vivos, despertando uma consciência ecológica nos participantes e na população em geral.

Essa fase do projeto foi dividida em quatro etapas, sendo cada uma com duração de dois meses. No total, vão circular 4.662 lâminas ilustradas e coloridas em 259 ônibus de 28 linhas próximas às escolas participantes do concurso.

Veja, abaixo, a relação das linhas contempladas na terceira etapa (a partir de 22/10):
  • 302 (Estação Diamante/Vila Pinho)
  • 5506 C (Paulo VI Via Ribeiro de Abreu)
  • 9410 (Sagrada Família/Coração Eucarístico)
  • 2256 A (São João Batista A)
  • 5502 B (Capitão Eduardo)
O projeto Leitura para Todos, implantado em parceria pela BHTRANS e Associação Cultural Teia de Textos, teve início em 2/12/04 e tem como objetivo levar à população a literatura, de forma gratuita e descontraída, e incentivar o hábito da leitura. Com o concurso "Eu sou a Natureza", o projeto Leitura para Todos visou também estimular a produção literária sobre um tema em destaque, como é o caso da natureza. Os textos são afixados na parte traseira dos bancos dos ônibus com cordões de nylon, plastificados no formato A4, permitindo que o usuário tenha acesso às obras literárias durante a sua viagem.

Em 2007, o "Leitura para Todos" foi o vencedor do Prêmio "VivaLeitura" dos Ministérios da Cultura e da Educação na categoria "Sociedade: empresas, ONGs, pessoas físicas e universidades", concorrendo com 1860 projetos de todo o Brasil. Esse é o mais importante prêmio de incentivo à leitura no país.

Leitura para Todos Cidade Administrativa

O título "Leitura para Todos Cidade Administrativa" marca outro momento do projeto, contemplando ônibus de linhas que dão acesso à Cidade Administrativa. O patrocínio é da Accenture, empresa global de consultoria de gestão, já está na segunda etapa, utilizando 1.998 lâminas afixadas em 111 ônibus de 12 linhas que vão para a Cidade Administrativa e bairros do entorno. Um grande diferencial desse projeto é que ele conta com belas criações do funcionalismo público estadual, que tem enviado sua contribuição para a circulação de uma literatura de qualidade nos ônibus.

A intenção da BHTRANS e da Associação Cultural Teia de Textos é expandir o Leitura para Todos para a frota total dos ônibus municipais de Belo Horizonte, despertando a atenção e o interesse pela leitura em pessoas de diferentes faixas etárias, tornando a viagem de ônibus mais divertida e atraente. No Brasil, a mídia mais eficiente depois da TV são os transportes coletivos. A BHTRANS e a Teia de Textos estão empenhadas em buscar mais empresas dispostas a apoiar a ampliação do projeto. Os parceiros contam com isenção fiscal, já que o Leitura para Todos foi aprovado pela Lei Rouanet em 2007. A frota de ônibus municipais da capital tem hoje 2.832 veículos, que são utilizados por 1,5 milhão de passageiros diariamente.

Outras empresas como o Hospital Semper, Agência Lapis Raro, AEC e Copasa já apoiaram o projeto por meio das leis municipal e federal de incentivo à cultura.

Veja, abaixo, a relação das linhas contempladas na segunda etapa patrocinada pela Accenture:
  • 65 (Estação Vilarinho/Centro Via Antônio Carlos)
  • 66 (Estação Vilarinho/Savassi Via Hospitais)
  • 601 (Nova York/Juliana)
  • 609 (Serra Verde/Santa Mônica)
  • 637 (Canaã/Estação Vilarinho Serra Verde)
  • 642 (Estação Venda Nova/Vilarinho)
  • 2207 (Serra Verde)
  • 2224 A (Jardim dos Comerciários A)
  • 2234 A (Jaqueline A) e 2234 B (Jaqueline B)
  • 5513 (Juliana Via Etelvina Carneiro)
  • 5517 (Minas Caixa Via Serra Verde)
  • 8650 (Estação São Gabriel/Cidade Administrativa)
Fonte: BHTrans
READ MORE - BHTRANS amplia projeto Leitura para Todos

Teresina ganha novas de paradas de ônibus a partir de quarta-feira

A Prefeitura de Teresina inicia nesta quarta-feira (03) a implantação de novas paradas de ônibus da cidade. O termo de ratificação da concorrência pública 003/2002 ( Mobiliário Urbano) foi assinado hoje (29) pelo prefeito Elmano Férrer com a empresa cearense MC Sinalização, vencedora da licitação. As obras começam pelas paradas de ônibus da Avenida Frei Serafim.

O superintendente Municipal de Transportes e Trânsito (Strans), Ricardo Freitas, explica que o Mobiliário Urbano foi criado para dotar a cidade de equipamentos importantes como placas direcionais e de sinalização de ruas, avenidas e praças, totens informativos, novas paradas de ônibus, termômetros e relógios. “É uma obra importante que vai renovar todas as placas de sinalização, as paradas. Enfim,Teresina vai ficar ainda mais bonita e organizada,” pontua o superintendente.

O prefeito Elmano Férrer diz que o Mobiliário Urbano é um termo coletivo utilizado para objetos e equipamentos instalados em ruas para diversos propósitos. De modo geral, são peças e equipamentos colocados em meio público para uso dos cidadãos ou como suporte às redes urbanas fundamentais. “Estou muito feliz com a execução dos trabalhos feitos pela MC Sinalização, principalmente pelas paradas de ônibus, que é uma coisa que a população precisa muito e vejo a dificuldade do trabalhador e dos estudantes nas paradas já desgastadas”, ressalta o prefeito.

O termo Mobiliário Urbano é do ano de 2002 e por conta de problemas judiciais estava parado pela justiça. Em 2004 foi retomado, mas em seguida embargado. Tão logo assumiu a Prefeitura, o prefeito Elmano Férrer pediu celeridade para o processo por entender que é de grande importância para a população.

Cândido Albuquerque, diretor da MC Sinalização, já está com todo o cronograma de execução preparado para iniciar aos trabalhos nesta quarta-feira (03). “ Vai ser um trabalho em parceria com a Prefeitura e vamos obedecer o cronograma que nos foi repassado pela Strans. O prefeito Elmano pediu agilidade para que possamos compensar o tempo perdido. Esse é o nosso compromisso com a cidade,” conclui Albuquerque.

Fonte: 45 Graus
READ MORE - Teresina ganha novas de paradas de ônibus a partir de quarta-feira

Seja Mais Um a Curtir o Blog Meu Transporte

 
 
 

O Brasil está pagando um preço alto pela falta de mobilidade

Hibribus (ônibus híbrido-elétrico) de Curitiba é elogiado por especialistas

Exemplo: Nova York ganhou 450 quilômetros de ciclovias em 04 anos

Brasil tem mais de cinco mil vagões de trem sem uso parados em galpões

Ônibus em corredores exclusivos é tão bom quanto o metrô

Os ônibus elétricos do Recife começaram a circular em junho de 1960